Vacinação contra a gripe é recurso importante para evitar adoecimento na pandemia e confusão de sintomas com a covid-19 – Portal de Notícias | Hospital Edmundo Vasconcelos
◄ Voltar

Vacinação contra a gripe é recurso importante para evitar adoecimento na pandemia e confusão de sintomas com a covid-19

data:23 de abril de 2021

Diferentemente do cenário do ano passado, a campanha de vacinação contra a gripe em 2021 coincide com o início do plano de imunização contra o novo coronavírus. Segundo a infectologista do Hospital Edmundo Vasconcelos, Paula Peçanha, esse fato implica novas orientações visando a segurança e eficácia dos imunizantes.

“A vacina contra a gripe sempre foi muito importante para prevenir formas graves da infecção pela influenza. Neste momento crítico da pandemia pelo novo coronavírus, tomar a vacina contra a gripe tem importância ainda maior. Pois assim conseguimos evitar adoecimentos e sobrecarga no sistema de saúde, além de reduzir a confusão entre as doenças, já que seus sintomas são muito parecidos”, explica.

Para entender como essas novas orientações devem ser seguidas, a infectologista solucionou as principais dúvidas quanto aos programas de vacinação:

  • É indicado vacinar-se contra as duas doenças: gripe e covid-19?

Sim. As duas imunizações são importantes e não devem ser anuladas. É recomendado que haja um intervalo de 15 dias entre as duas vacinas, principalmente para não sobrepor efeitos colaterais leves que podem ocorrer neste processo, como febre baixa, dor no corpo e dor de cabeça.

  • É preciso priorizar algum desses imunizantes?

Caso haja coincidência do cronograma de vacinação contra a gripe e da covid-19, é aconselhado que se priorize a vacina contra o novo coronavírus. Isso porque a doença tem potencial de ser mais grave e exige mais organização do sistema de saúde e do usuário.

  • A vacina contra a gripe diminuí o risco de infecção pela covid-19?

Não há nenhuma comprovação de que a vacina contra a gripe tenha efeito significativo na prevenção à covid-19. Por isso, é necessário seguir com as medidas de prevenção: isolamento, uso de máscara, higienização correta das mãos e distanciamento social. E quando chegar o momento de tomar a vacina contra o coronavírus, deve-se fazê-lo imediatamente.

  • A vacina contra a gripe tem alguma contraindicação?

Ela é segura para a maioria dos indivíduos com mais de seis meses de idade – até mesmo para pessoas com deficiência da imunidade, gestantes e mulheres amamentando. Só não deve ser utilizada por pessoas com alergia verdadeira às proteínas do ovo, ou seja, que já tenham apresentado uma reação anafilática após a ingestão do alimento e por alérgicos a outro componente do imunizante.

  • Sintomas de gripe devem ser um sinal de alerta para adiar a vacinação?

É preciso lembrar que – para todas as vacinas – não é recomendado realizar a imunização na vigência de febre ou outra infecção ativa. Nestes casos, sim, é preciso aguardar a melhora dos sintomas e posteriormente seguir com o cronograma.

◄ Voltar